O que é Transtorno Bipolar?

O Transtorno Bipolar é um distúrbio psicológico no qual o paciente apresenta alterações bruscas de humor. Quem sofre com esse transtorno manifesta episódios de profunda depressão, alternando com episódios de euforia, também conhecidos como mania. Essas variações de humor podem apresentar diversos níveis de intensidade.

Sintomas:

É possível dividir o Transtorno Bipolar em três vertentes distintas: Transtorno Bipolar I, Transtorno Bipolar II e Transtorno Ciclotímico. No Transtorno Bipolar I predomina a fase maníaca, com depressão mais leve e escalada abrupta entre os estágios. Na maioria dos casos, os episódios depressivos antecedem ou seguem imediatamente um episódio maníaco.

Os momentos de mania são caracterizados por um humor anormal, extremamente animado, eufórico e irritável. O sono desregulado é outro importante sintoma do Transtorno Bipolar I. Durante a depressão, o paciente pode dormir demais, enquanto que durante a mania, o mesmo pode dormir de menos ou nada.

Normalmente, pacientes com Transtorno Bipolar I se mostram bastante sociáveis e promíscuos. São facilmente distraídos, com fluxo de pensamento rápido e seu juízo crítico é comprometido. Traços psicóticos como paranoia, delírios e alucinações também são comuns.

A depressão é caracterizada pelo desânimo e tristeza irracional, dificuldade de concentração, baixa autoestima, perda de interesse em atividades antes prazerosas e pensamentos sobre morte e suicídio.

No Transtorno Bipolar II episódios mais leves de depressão e hipomania, versão mais moderada da mania, acontecem com maior espaçamento. Os sintomas hipomaníacos são semelhantes ao da mania, mas não têm a mesma intensidade. Pacientes hipomaníacos não costumam perceber o fato de que estão doentes, minimizando seus sintomas e negando tratamento.

O Transtorno Ciclotímico é semelhante aos outros tipos de Transtornos Bipolares, porém apresenta uma instabilidade persistente, com diversas oscilações de humor às vezes em um mesmo dia.

Diagnóstico:

Não existe um exame físico para diagnosticar o tratamento do Transtorno Bipolar. A definição do quadro vem a partir da analise comportamental feita pelo psiquiatra, durante conversas com o paciente e seus familiares. A avaliação pode levar dias ou meses, pois os sintomas da bipolaridade são facilmente confundidos com outros transtornos.

Tratamento para Transtorno Bipolar:

Não existe uma cura concreta para o Transtorno Bipolar, mas é possível amenizar seus sintomas, melhorando a qualidade de vida do paciente. O tratamento é feito com uma combinação de medicação e acompanhamento psicoterapêutico. Dessa maneira é possível controlar os sintomas e evitar que o paciente tenha recaídas.

O tratamento farmacológico é feito com medicamentos neurolépticos, antipsicóticos, anticonvulsivantes, ansiolíticos e estabilizadores de humor, principalmente o lítio. Pacientes passando pelo tratamento de Transtorno Bipolar também devem deixar de consumir substâncias psicoativas, como cafeína, álcool e anfetaminas.

Um estilo de vida saudável e ativo também contribui para o tratamento da doença. Em casos de surtos muito agressivos, pode ser necessária a hospitalização do paciente, até que o mesmo volte ao seu estado normal.

Veja mais sobre psiquiatria em Porto Alegre.